3º Trilho das Lampas

10:00 6 Comments

No passado sábado ao final da tarde desloquei-me até São João das Lampas para participar na 3ª edição dos Trilhos das Lampas. Foi a minha segunda participação nesta prova e a minha primeira prova de Trail do ano. 

Com a ultima prova de trail feita em Novembro (Trail do Zêzere) e o último treino com algum desnível em Janeiro não sabia como é que as pernas iriam aguentar estes 20 Km em São João das Lampas. Por causa da Maratona de Paris os treinos foram todos em estrada e mais do que isso praticamente todos planos. Apesar disso não estava muito preocupado, do que me lembrava a prova não era muito difícil e com mais ou menos dificuldades iria chegar ao fim.



Tal como me lembrava da 1ª edição a parte inicial desta prova é bastante corrivel o que numa prova de trail acaba por não ser muito comum. Para mim o risco de uma prova assim é o pagar mais tarde se nos esticarmos muito nas tais zonas onde é fácil correr. 

Fiz a prova toda na companhia do Vitor e da Isa e entretidos a conversar rapidamente chegámos à primeira grande subida. Lembrava-me de algumas partes do percurso mas por algum motivo não me lembrei desta subida, só mesmo quando ela apareceu à frente. Esta zona não é muito acidentada mas mesmo assim consegue ter pelo menos umas duas subidas jeitosas.

Pensava que o trilho que nos iria levar à praia estaria no final desta subida, mas estava enganado. Mais uma vez não me lembrava de uma zona do percurso e era novamente uma subida. Esta aparecia depois de uma descida relativamente rápida. Já tinha saudades de andar a correr por trilhos e de descidas assim mais rápidas. 

Se no inicio tínhamos a ideia de chegar à praia a tempo do pôr do sol, essa ideia foi caindo por terra. Vimos sim o por do sol, mas foi com outro tipo de paisagem não menos bonita.

Quando finalmente chegámos à praia estava a começar a ficar mais escuro e achámos melhor tirar os frontais da mala. A saída da praia era feita por uma subida um pouco técnica e onde era preciso ir com imensa atenção para não virmos cá parar abaixo. 

A segunda parte da prova foi feita sempre junto ao mar e já de noite. No que diz respeito a marcações estava tudo impecável, espalhados ao longo do caminho no chão, estavam pequenos quadrados reflectores que indicavam o caminho a seguir. Aliás mesmo noutras zonas da prova não tive qualquer duvida sobre o caminho a seguir.

A preocupação nesta fase era não cair. Correr de noite é giro mas exige muito mais concentração, ainda para mais quando estamos a descer e a subir arribas sempre junto ao mar. Felizmente correu bem e ao fim da terceira arriba estávamos a voltar para o interior e para a 3ª parte desta prova.

A parte final da prova era novamente mais corrível, mas a dada altura (numa das várias vezes que íamos a andar) comentámos entre os 3 que tanto parecia que ninguém estava com vontade de correr. É que tanto atrás de nós como à frente ia tudo a andar. 




Sabia que se o percurso fosse igual ao da primeira edição ainda faltava uma subida mais complicada, mas com uma bonita envolvência. A subida aparece-nos depois de passarmos por uma ponte romana ladeada de archotes que inclusive nos acompanham no inicio da subida. Fantástico. É por estes pequenos pormenores que vale a pena voltar aos Trilhos das Lampas.

No regresso ao alcatrão e antes da meta voltámos a correr, ainda tínhamos a esperança de acabar antes das 3 horas de prova mas os 500 metros (para os quais tinhamos sido avisados no briefing) trocaram-nos as voltas. Mesmo assim ao ver grupos de atletas à nossa frente e que iam a caminhar forçamos um pouco o ritmo para os conseguir passar. Temos uma ponta final muito forte :)

Cortámos os 3 a meta bastante satisfeitos com a prova que tínhamos acabado de fazer e com um tempo final de 3 horas e pouco. À minha espera estava o meu Pai e a Rita, a qual se fartou de refilar que estava ali ao frio a apanhar uma pneumonia enquanto esperava por mim. 



Mais uma vez fiquei bastante satisfeito com estes trilhos das Lampas. A organização é excelente, ou não fosse do Fernando Andrade, o percurso é interessante e apesar de não haver grandes serras tem as suas dificuldades e ainda proporciona uma corrida nocturna o que é uma variante interessante ao resto das provas.



A Minha Prova:

6 comentários:

  1. Vocês (4aoKm) são uma equipa fantástica!
    Andam imparáveis, já tinha dito à Isa!

    Quanto a esta prova já disse e repito: imperdoável ainda não ter participado em nenhuma edição. É uma mancha no meu CV.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado,

      Temos de "trocar" algumas provas do CV, tens algumas que gostava imenso de fazer. Vamos completando o CV desportivo aos poucos, desde que as provas continuem a existir é só ter tempo e disponibilidade.

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Chegaram satisfeitos e isso é o melhor.
    Quanto à organização, está tudo dito, sendo de quem é :)

    Um abraço e força para os próximos desafios!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, foi bastante bom voltar aos trilhos.

      Abraço

      Eliminar